logros cinematográficos

«O seu enfado torna-se cada vez mais terrível. Compreendem que foram enganados e ardem em ressentimento. Toda a sua vida leram o jornal e foram ao cinema diariamente. Tanto um como o outro os nutriram de linchagens, assassínios, perversões sexuais, explosões, naufrágios, amores ilícitos, incêndios, milagres, revoluções, guerras. Este regime quotidiano fez deles pessoas sofisticadas. O sol é um anedota. As laranjas não conseguem titilar-lhes os palatos sofisticados. Já nada consegue ser suficientemente violento para lhes retesar os corpos e os espíritos frouxos. Foram logrados e traídos. Viveram escravizados e pouparam para nada.»

Nathaniel West

O dia dos gafanhotos

Anúncios

Sobre paulommorais

Escrevo romances, textos, fragmentos. Antes e depois da escrita, leio. Gasto muitas noites com filmes. Nos entretanto, divago sobre novas personagens com histórias por contar.
Esta entrada foi publicada em literatura-citada com as etiquetas , . ligação permanente.

comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s