Crónica dos Bons Malandros (filme)

???????????????????????????????

Duas notas de entrada: 1) o brilhante discurso de Jorge Listopad sobre cleptomania; 2) Mário Zambujal, em papel de narrador, a beber o seu copo no bar japonês, que anuncia o que vai acontecer na “fita”, já que conhece bem as personagens (embora nos garanta que não faz parte da quadrilha…).

Trailer (com Zambujal)http://www.youtube.com/watch?v=LO03NC72NE0

Rebuçadinhos de um filme da década 1980, altura em que Rui Veloso era “o Rei do Rock”, como se ouve pela música do genérico. A comédia realizada por Fernando Lopes envelheceu, principalmente nas sequências exploratórias dos recursos de computação gráfica, agora completamente obsoletas. Porém, algumas cenas doidas e imaginativas ganharam uma patine que tanto pode ser vista como deliciosa ou de mau-gosto. 

Carro de polícia:http://www.youtube.com/watch?v=DU1-xtw298o

Um carro de polícia a andar em duas rodas na praça dos Restauradores, divertindo o pessoal acumulado nos passeios para assistir à acrobacia; o gargalhar maquiavélico de Artur Semedo com a sua famosa luva preta; o próprio Fernando Lopes, meio apardalado, com coroa de louros na cabeça; mortes ao som de Verdi, com tinta vermelha a fingir sangue derramado na brancura da calçada portuguesa.

Artur Semedo: http://www.youtube.com/watch?v=OM2Y_m-uHCQ

Do livro de Zambujal sai a pérola da grande golpada: roubar parte da colecção de jóias do Museu Gulbenkian recorrendo a uma cadeira de rodas e uma caixinha cheia de abelhas. Como diz João Perry, na pele de Renato o Pacífico: «Nós temos de reconhecer que arriscamos o canastro em assaltos de chacha, pá. Lá fora não é assim, pá. Nós aqui é tudo à portuguesa, é tudo em pequenino, pá. Assim não, pá. O crime não compensa.»

Um dos trailers da época apregoava: “Finalmente o filme! Em Lisboa, Porto e Coimbra.” É ver a fita, pá.

CRÓNICA DOS BONS MALANDROS (1984)
Baseado no livro homónimo de Mário Zambujal
Realização: Fernando Lopes
Argumento: Fernando Lopes, Artur Semedo, Mário Zambujal

Anúncios

Sobre paulommorais

Escrevo romances, textos, fragmentos. Antes e depois da escrita, leio. Gasto muitas noites com filmes. Nos entretanto, divago sobre novas personagens com histórias por contar.
Esta entrada foi publicada em cinema-falado com as etiquetas , . ligação permanente.

comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s