Knut Hamsun em «fome»

knut-hamsum1Sentei-me com toda a calma, o ar húmido fazia-me sonolência, pus-me a pensar, dormitei e enregelei. E assim passou o tempo. Seria mesmo certo que o artigo era uma pequena obra-prima de inspiração artística? Sabe Deus se não teria as suas falhas num ou noutro trecho! No fim de contas, talvez até nem viesse a ser aceite, não, nem sequer a ser aceite! Talvez a qualidade fosse medíocre, talvez até fosse má. Que garantias tinha eu de que, naquele preciso momento, não estava já no cesto dos papéis? A minha esperança tinha sido abalada. Levantei-me de rompante e precipitei-me a sair do cemitério.

Anúncios

Sobre paulommorais

Escrevo romances, textos, fragmentos. Antes e depois da escrita, leio. Gasto muitas noites com filmes. Nos entretanto, divago sobre novas personagens com histórias por contar.
Esta entrada foi publicada em literatura-citada com as etiquetas , . ligação permanente.

comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s