Maria Gabriela Llansol em «ardente texto joshua»

???????????????????????????????«Quando obscurecia, Teresa refulgia. “Mutine”, dizia-lhe. O sombrio dava-lhe um tom peculiar de lucidez, como a muitos de nós, mas nela era uma espécie de crueldade infantil indestrutível. “No túnel, vê-se”, dizia. Não era uma crítica ao texto que se desejava amado. Uma maneira apenas de lhe dizer, num falso tom de infância, que o que decide a vida não se lê.»

Anúncios

Sobre paulommorais

Escrevo romances, textos, fragmentos. Antes e depois da escrita, leio. Gasto muitas noites com filmes. Nos entretanto, divago sobre novas personagens com histórias por contar.
Esta entrada foi publicada em literatura-citada com as etiquetas , . ligação permanente.

comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s