Urbano Tavares Rodrigues em «os insubmissos»

urbano-tavares-rodrigues2«- Então, o teu veredicto?
– Francamente, acho que podes fazer melhor.
– Sim, também creio…
– É por ser teu amigo que te falo assim, a sério e sem lisonja. Porque acho que tens todas as condições. Tu és poeta, Frederico, por graça da natureza; não te contrafaças, não queiras ser tão inteligente, tão original. Quantos medíocres, sem seiva, sem verdade própria, não conhecemos nós “originalíssimos”!… Eu gosto até da tua novela, não percebes?, mas acho-a muito “pensada” e mastigada. E frágil… Olha em volta de ti, com atenção, com “amor”. E então escreve.»

Anúncios

Sobre paulommorais

Escrevo romances, textos, fragmentos. Antes e depois da escrita, leio. Gasto muitas noites com filmes. Nos entretanto, divago sobre novas personagens com histórias por contar.
Esta entrada foi publicada em literatura-citada com as etiquetas , . ligação permanente.

comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s