Joyce Carol Oates em «águas negras»

joyce-carol-oates1O peso dele em cima dela, os braços dele em torno dela, as suas pernas trémulas em torno dos quadris dele, os seus joelhos trémulos levantados desajeitadamente até aos ombros para que ele pudesse penetrar o mais fundo possível, sim, sim, assim, oh meu deus e ela sabia que os lábios de G estavam contraídos numa careta, aquele triunfo de caveira do qual Kelly era excluída.

Anúncios

Sobre paulommorais

Escrevo romances, textos, fragmentos. Antes e depois da escrita, leio. Gasto muitas noites com filmes. Nos entretanto, divago sobre novas personagens com histórias por contar.
Esta entrada foi publicada em literatura-citada com as etiquetas , . ligação permanente.

comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s