Arquivo da Categoria: poesia-descartável

poemas sem aspirações poéticas

ficção realista

Ao escrever o romance «Estrada de Macadame», uma das personagens “invisíveis” inspirou-me uma espécie de poema sobre uma menina e um cancro (curiosamente, um linfoma…). Ei-lo. CANCRO ESTRELA-DO-MAR Entrou sedento corpo adentro, instalou-se sem manifesto, renda ou contrato. Tornou-se mandatário … Continuar a ler

Publicado em poesia-descartável | Etiquetas , | Publicar um comentário

encher a taça de Omar Khayyam

A noite persa na Fábrica de Alternativas (um espaço único, “feito” pela comunidade local, que vale a pena visitar em Algés), ficou marcada pela poesia. O contraste entre a récita da Paula Montez (versos em português) com a récita do … Continuar a ler

Publicado em poesia-descartável | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário

o jardim do amor

Esta galeria contém 4 imagens.

Galeria | Etiquetas , , | Publicar um comentário

o arco-íris na mancha de óleo

no dia do lançamento do Revolução Paraíso, um desconhecido veio cumprimentar-me. apresentou-se e passou-me para a mão um poema. um poema escrito por ele, sobre o país que o acolheu: «o meu poema que ofereci para Portugal». o 25 de … Continuar a ler

Publicado em poesia-descartável | Etiquetas , , | Publicar um comentário

mãe-preciosa

tens altura de amor montanha elevada até à lua; tens longura de carinho mar entrelaçado na terra; tens feitio de conforto palavra-abrigo da agrura; tens tom de lápis-de-cor riso docemente afiado. tens asas de bichinho bom alegre a esvoaçar pelo … Continuar a ler

Publicado em poesia-descartável | Etiquetas | 2 Comentários

águas de abril

Sonhaste o impossível nas pétalas de um cravo. Igualdade, fraternidade, liberdade povo engalanado com vestes simples mãos entrelaçadas no companheiro ao lado. Passaram quarenta anos num segundo em que nada aparentemente se alterou; à exceção do sorriso coletivo apagado flores … Continuar a ler

Publicado em poesia-descartável | Etiquetas , | Publicar um comentário